Uma avaliação experimental do tubo de ondas sonoras estacionárias

View Researcher's Other Codes

Disclaimer: The provided code links for this paper are external links. Science Nest has no responsibility for the accuracy, legality or content of these links. Also, by downloading this code(s), you agree to comply with the terms of use as set out by the author(s) of the code(s).

Please contact us in case of a broken link from here

Authors Daniel Cosmo Pizetta, Adilson Barros Wanderley, Valmor Roberto Mastelaro, Fernando Fernandes Paiva
Journal/Conference Name Revista Brasileira de Ensino de Física
Paper Category
Paper Abstract A maioria dos aparatos experimentais para o estudo de ondas de som estacionárias é composto por um tubo onde há um êmbolo com um microfone para captação do sinal e um alto-falante como fonte excitadora. Este mesmo êmbolo define o tamanho útil do tubo de forma manual. A interpretação correta dos fenômenos físicos relacionados a este experimento está intimamente conectada com a configuração experimental, podendo causar má interpretação. O sistema usual foi adaptado para ser automatizado e para que permitisse a movimentação do êmbolo e do microfone de forma independente. Os resultados obtidos na configuração de tubo semiaberto e fechado estão em acordo com a teoria e mostraram quais parâmetros afetavam de forma mais significativa os experimentos em relação à montagem tradicional, como a falta de vedação entre o alto-falante e o tubo e o perfil do sinal que não corresponde ao de uma onda estacionária quando o microfone está fixo ao êmbolo. Além de permitir uma correta interpretação do fenômeno, a utilização de um sistema automatizado para aquisição do sinal permitiu a observação de resultados experimentais que normalmente não são discutidos quando este tipo de experimento é realizado.
Date of publication 2017
Code Programming Language Python
Comment

Copyright Researcher 2021